Quem escreve

Quem escreve
Júlia Evelyn. Soteropolitana. Envol(vida) com o que me dá vida. Me encontro em moda, arte e beleza. Onde também me permito me perder.

Acessos

Seguidores

Postagens do blog

Tecnologia do Blogger.
quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Já ouvi muita gente dizer, mas será mesmo que a música determina quem somos?
Acho que talvez não seja a música como um todo, pois música é melodia, é criação, é algo a ser valorizado e apreciado, mas a letra da mesma pode compromete-lo(a), pode levá-lo(a) ao sucesso ou ao fracasso, à discos de ouro ou prêmio de pirataria.

A música é o canto da vida, pode descrever a vida de alguém, pode fazer lembrar algum momento, pode te fazer viajar, ou pode viciar! VICIAR? Sim! Já é possível fazer da música uma droga e sentir os mesmos efeitos de drogas reais em si. O nome seria E-drugs - drogas virtuais - são música que tem de 15 à 30 minutos de duração.
Tudo demais prejudica e o que pode comprometer nossas escolhas é o que falamos cantando...
Hoje em dia me deparo com cantores que só fazem música para vender, e quem não repara no que nela diz, acaba pronunciando coisas absurdas sem sentir. E a pronuncia é algo que não pode ser apagado, pode virar mania e incentivo para falar o mesmo sempre!

Reparem no que ouvem, pois aquilo vai virar lembrança do passado...
Pode se transformar em sobrecargas no futuro.

0 Comentaram: